Crianças e smartphones no Brasil – Novembro de 2017

Neste relatório você encontrará:

  • Proporção de crianças que têm acesso ao smartphone dos pais e proporção que já têm seu smartphone próprio – segmentadas por faixas etárias (0 a 3; 4 a 6; 7 a 9; e 10 a 12 anos)
  • Proporção de crianças que não têm mas já pediram um smartphone de presente
  • Lista de fatores que mais influenciam as crianças a quererem um smartphone – na opinião dos pais
  • Medidas mais frequentemente tomadas pelos pais para controle do uso do smartphone (controle de tempo diário, ferramentas de filtro de conteúdo etc)
  • Até onde vai a liberdade de uso do aparelho para as crianças que têm smartphone? Podem comprar apps? Podem ter contas em redes sociais? Podem usar quanto tempo quiserem? Quais as medidas restritivas tomadas nas escolas?

Base: 545 pais que têm smartphone e são responsáveis por pelo menos uma criança de 0 a 12 anos